Ansiedade

A ansiedade é uma reação do nosso corpo. Um excesso apreensivo de futuro, cada vez mais frequente em homens e mulheres de qualquer faixa etária, inclusive em crianças.

Pode ser considerado um mecanismo de defesa para lidar com “situações de perigo” como falar em público, por exemplo, o que nem sempre é normal e pode ser caracterizado como distúrbio quando em exagero.

As crises são desencadeadas, principalmente, em momentos decisivos na vida ou quando enfrentamos algum desafio no trabalho.

Dentre os diversos sintomas de ansiedade estão:
• Nervosismo constante;
• Dificuldade em se concentrar;
• Sensação de que algo ruim acontecerá;
• Medo;
• Dificuldade em dormir;
• Falta de ar.

Pessoas ansiosas, com o tempo, aprendem a observar os sintomas e quando estão entrando em momentos de crise, precisam fazer algo para superar e aliviar imediatamente a angústia.
Procure preencher o seu dia com várias atividades, ocupe a sua mente. Quando perceber, estará mais distraído e menos ansioso.
• Passear com o cachorro;
• Terminar aquele livro que você começou a ler há meses;
• Ligar para um parente ou amigo;
• Fazer exercícios. Encontre uma atividade física que seja prazerosa;
• Aprender algo novo, como um curso;
• Medite, técnicas de respiração ajudam a controlar crises de ansiedade;
• Direcione o seu pensamento através de diversões cognitivas;
• Escrever o que pensa e sente para amenizar os sintomas;
• Mude o foco, busque fixar os pensamentos em algo mais prazeroso;
• Alimente-se adequadamente, na dúvida, “Procure ajuda de especialistas”.

As crises de ansiedade devem ser levadas a sério e precisam ser tratadas. Além das mudanças de vida que já foram propostas, é importante ter o acompanhamento de profissionais qualificados que possam te ajudar a controlar os sintomas e ter uma vida mais linear.

Cuide de você!

Conheça as terapias alternativas recomendadas para auxiliar no controle da ansiedade.
Dentre eles: Reiki, NFT, Reflexologia podal, Acupuntura, Auriculopuntura e a Nutrição.
Com o corpo e a mente em harmonia a ansiedade não tem vez.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *